A pedagogia de freire e freinet e a prática dos direitos humanos: uma contribuição para as comunidades indígena e quilombola da cidade de aquiraz-brasil

Viewers online

PDF viewer
HTML5 viewer
ReadSpeaker Listen viewer

Download options

Adobe DRM Adobe DRM
Checkout
Available
Mode: Loan
Loan duration: 20 days
Permissions: Read
Format: PDF

Collection: Vítor
Author: Valèrio Martins, Racquel
Publisher : Edições Universidad de Salamanca
eisbn: 9788490128107
Place of publication:  Salamanca , Spain
Year: 2017
Pages: 419

Caption:

Esta investigação teve por objetivo principal analisar a situação das escolas localizadas nas comunidades indígena e quilombola de Aquiraz-Brasil, verificando a existência das ideias freirianas e das técnicas freinetianas, adequando-as para uma prática pedagógica que equipare a comunidade educativa das referidas escolas a uma sociedade “pósétnica”. Propomos uma educação modernizada, cidadã, promotora de articulações entre os contextos socioculturais em que estão situadas as referidas escolas, com a promoçãode uma cultura de Direitos Humanos, empreendedora e de cooperação, motivando-as a superar os obstáculos da discriminação e a falta de perspectiva de uma vida digna, as conduzindo a uma transformação, e uma melhor qualidade de vida. As ideias centrais de nosso trabalho foi verificar se as propostas de Paulo Freire, as técnicas Freinet, a educação quilombola e a educação indígena atendem ou não à perspectiva de uma educação com as referidas características, desenvolvendo atitudes e competências para alunos, professores e servidores das escolas, satisfazendo as necessidades das comunidades investigadas; e se os conceitos de sobreculturalidade e codesarrollo são instrumentos que possibilitam a disseminação de práticas educativas que proporcionem desenvolvimento. Para cumprir tal objetivo, realizamos um estudo etnográfico-etnológico, comparativo, descritivo, predominantemente qualitativo, para uma melhor análise da realidade estudada por meio de ações e objetivos, porém seguindo a corrente internacional que defende a fusão das abordagens qualitativa e quantitativa e como recurso metodológico, utilizamos a pesquisa bibliográfica e documental de caráter exploratório, descritivo, sobretudo, analítico de obras dos dois educadores e dos estudiosos de seus métodos e técnicas, além da aplicação de questionários e realização de entrevistas semiestruturadas. A investigação revela que a preocupação primordial da sescolas ainda é reproduzir um modelo de escola tradicional, entenda-se, centrada no professor e onde as teorias não se realizam na prática. Embora não seja uma modernização que acontece de um dia para o outro, tal visão reconhece, que a práticaexitosa das técnicas Freinet no século XX em Espanha (Las Hurdes) articulada aos princípios como a autonomia, a cooperação, e o trabalho, que são necessários àefetivação dos Direitos Humanos pode resultar bastante favorável no contexto das escolas investigadas. Nos filiamos ao pensamento humanístico de Paulo Freire e Celestin Freinet, que revela uma esperança de que a Educação Popular reasuma seu papel como pedagogia crítica com propostas relacionadas com as distintas especifidades dos movimentos e organizações sociais, no nosso caso especificamente de indígenas equilombolas que, sendo capazes de agir em busca da satisfação de seus desejos podem ser o que quiserem. 

Back